Você

Você nos convida a reconhecer o mundo através de música, cores, formas, tamanhos, movimentos, sentimentos… Com seus traços marcantes e texto leve, Stephen Michael King mostra a riqueza da simplicidade e das pequenas coisas.

Pio, o passarinho

O passarinho tinha poucos dias de vida quando caiu do ninho. E, ao cair, deu um pio que intrigou os sapos… Croac! Croac! “Ele é muito grande para ser uma mosca e muito pequeno para ser uma cegonha!”; Pio! Pio! “Que bichos são esses, enormes para serem minhocas e desafinados demais para serem mamães?”. Aventurando-se mata adentro, o passarinho conhece muitos animais e aprende a falar línguas as mais diversas – croac; pio; i-ó; miau; au-au. A história divertida de Pio, repleta de surpresas, reúne muitos animais e sons e explora com fino humor o tema da amizade.

A hora da história com Teo

“É a hora da história, Teo”, diz uma voz no canto da página, em formato de balão. Assim começa a narrativa em que Teo, que adora uma história, fantasia empolgado sobre o que será lido ou contado. Ou seria inventado? Em um passeio supercolorido e aprazível pelas páginas, o garoto reúne personagens e contos de seu repertório, e com eles cria sua própria aventura.O livro faz refletir sobre o ato e a magia de contar e ouvir histórias. O jogo com onomatopeias é um atrativo a mais, nessa obra interativa com abas.

A princesa e o gigante

Em uma vila muito alegre, com árvores magníficas e jardins coloridos, vivia uma princesa irreverente. Seu mordomo? Um ratinho! Sua ajudante? Uma gata. Seu pai? Cozinhava. E a mãe? Lenhas cortava. No quintal, um pé de feijão. E, no alto dele, o que havia? Hum, isso você já deve imaginar: um gigante resmungão! A princesa Sofia não conseguia dormir, e tudo porque o gigante mal-humorado ficava marchando para lá e para cá a noite inteira. Mas, ao ler seu livro preferido de contos de fadas, ela logo teve uma ideia genial.