A árvore de bebês

Em um dia como outro qualquer, é hora de pular da cama para acordar o papai, a mamãe e novamente o papai. Mas aconteceu algo diferente naquela manhã: “Precisamos contar uma novidade: um novo bebê está para chegar”, disseram mamãe e papai ao pequeno protagonista de “A árvore de bebês”. Mas de onde vêm os bebês? Onde é que vamos pegar esse tal bebê? Para resolver essa dúvida, o irmão mais velho pergunta à amiga, à professora, ao carteiro e ao vovô – e todos têm boas respostas! No fim, ele junta os pontos e tem uma conversa sincera com os pais. As lindas ilustrações dão vida e colorido a essa rotina e a essa descoberta!

A irmã do Gildo

Certo dia, no café da manhã, Gildo olha a barriga da mãe e pensa: “Ela exagerou na comida!”. Na verdade, havia ali um bebê que, de acordo com o elefante, demorou para chegar. Até que finalmente Laurinha veio ao mundo, e com ela uma série de mudanças na vida de Gildo. Esperar e compreender a chegada de uma irmã é sempre um processo que envolve muitas emoções, que passam por dividir a atenção da mãe, os brinquedos, as risadas, os gostos e, mais do que tudo, o amor um pelo o outro.Esta é uma história que faz parte da vida de tantas crianças, contada por Silvana Rando com leveza e sensibilidade, e que também revela ainda mais os sentimentos de nosso querido Gildo.