Vulgar, o viking e o show de talentos tenebroso

Com o intuito de amenizar o longo inverno que teriam pela frente, o rei Olaf de Lorota anuncia a seus súditos a decisão de promover um show de talentos. Vulgar sabe que é a sua hora de brilhar. Ele apresentará sua música de “sovaco” ou fará algum malabarismo com cocô de alce? Não! Ele atuará como um lendário viking, com lutas, dragões, gigantes e todas aquelas coisas. E ele vai vencer! Não vai?

Socorro em: uma vida nada fácil

Socorro, uma barata carismática, irá nos divertir contando as suas aventuras nos tempos em que morava no Hotel Chicz – antes de conhecer aquele simpático elefante, o Gildo. Ela e seus amigos inseparáveis Zoro, Luiz e Angélica, decidem montar uma banda de rock, mas, para alcançar o sucesso e o coração da rainha Belhabeth II, terão de participar do concurso de bandas do colégio e lidar com o azedo, o malvado, o esticado numa máquina de fazer macarrão, o Chatão Lechatê – ou melhor, Monsieur Pierre Lechatê, o gerente do hotel. Ainda bem que Socorro e os amigos, os três mosqueteiros, sabem muito bem como conquistar um público exigente.

Tudo bem, Zeca?

Zeca, um jacaré ranzinza, é o melhor amigo de Juca, um jovem filhote de coiote. Mas será que a magnitude desta amizade é recíproca? Às vezes, dá impressão de que Zeca fica ainda mais mal-humorado quando Juca está por perto. Mas uma coisa é certa: eles passam muito tempo NÃO caçando coelhos, caindo de despenhadeiros e tentando decidir a diferença entre uma coruja e um urso.

Use a imaginação

Você nunca sabe aonde sua imaginação poderá te levar… O coelho está entediado. Ele gostaria muito que alguma coisa acontecesse. Um lobo sagaz – e prestativo – aparece com uma ideia brilhante: que tal usar a imaginação e criar uma história? O lobo, então, começa a criar uma história cujo final não parece muito feliz. Até que o coelho aprende, de fato, a usar o poder da imaginação, e o feitiço vira contra o feiticeiro de maneira surpreendente!

Quem matou o saci?

A detetive Billy Conrado e o detetive Joaquim de Jeremias colhem pistas e não poupam esforços para solucionar o misterioso assassinato de um conhecidíssimo personagem do folclore brasileiro. Quem teria motivos para matar o Saci Perereira? Muitos personagens são suspeitos, mas quem seria o verdadeiro culpado? De forma bem-humorada e original, Alexandre de Castro Gomes cria uma história de detetive instigante ao mesmo tempo em que faz um surpreendente passeio pelo folclore brasileiro.

Rabisco e borrão: fora da caixa

Uma encomenda chega na casa de Borrão, em uma grande caixa. O queijo que o rato comprara há pouco pela internet acabava de ser entregue. Seu amigo Rabisco, um gato, não se interessa pelo alimento, mas pede para ficar com a caixa. Na sua cabeça, a embalagem poderia ser qualquer coisa, basta usar a imaginação. Quando Borrão percebe isto o egoísmo e a rivalidade aparecem. Será que o gato e o rato farão as pazes?

Rabisco e borrão: o concurso

Rabisco e Borrão decidem participar de um concurso de desenho com um prêmio incrível: uma viagem para a Montanha Espirralama, o lugar mais enlameado da Terra. Porém, quando chega a hora de colocar as mãos à obra, os amigos têm dificuldades em criar um desenho competitivo. Será que a dupla consegue criar uma obra de arte digna do primeiro prêmio?

Patacoadas

Quem nunca morreu de vergonha?Quem nunca esqueceu o que não podia esquecer?Quem nunca se arrependeu de não ter ido ao banheiro na hora do recreio?Nestas divertidas histórias a autora Patricia Auerbach reconta, com leveza e bom humor várias “patacoadas” da sua infância e juventude

Pequenas histórias para grandes curiosos

O que você vê quando fecha os olhos? Você conhece alguém invisível? Sabe o que tem na toca do coelho? E que os caracóis recebem visitas em suas conchas? Por que os gatos atacam poltronas? Como as mães ouvem através das paredes? Em 19 pequenas histórias, em formato de HQ, Marie-Louise Gay narra essas e outras aventuras divertidas, poéticas, reflexivas, lúdicas. Com seus traços delicados e cores características, a premiada canadense, autora das séries “Estela”, “Marcos” e de livros como Onde começa a história?, nos leva a uma jornada de perguntas e descobertas, que nascem da grande curiosidade dos pequenos leitores.