Vulgar, o viking e o show de talentos tenebroso

Com o intuito de amenizar o longo inverno que teriam pela frente, o rei Olaf de Lorota anuncia a seus súditos a decisão de promover um show de talentos. Vulgar sabe que é a sua hora de brilhar. Ele apresentará sua música de “sovaco” ou fará algum malabarismo com cocô de alce? Não! Ele atuará como um lendário viking, com lutas, dragões, gigantes e todas aquelas coisas. E ele vai vencer! Não vai?

Sertão das arábias

Revisitando contos das Mil e uma noites, o autor e ilustrador Fábio Sombra cria uma obra original e inusitada, na qual personagens tipicamente brasileiros revivem, à sua maneira e com muito humor, algumas das histórias narradas por Sherazade. Divirta-se com as sete viagens do vaqueiro Sibá Romão, encante-se com o menino Raimundim e sua lamparina velha e conheça um gari chamado Vavá, que, sem querer, descobre um tesouro imenso guardado por um bando de cangaceiros.

Tapajós

Cauã e Inauê vivem às margens do Jari, um pequeno canal que liga o rio Amazonas ao rio Tapajós, no estado do Pará. Os irmãos vivem em uma casa simples, de palafitas, com os pais e Titi, o jabuti de estimação da família. Mas o personagem principal do livro é, na verdade, o próprio cenário da pequena vila, que é de encher os olhos.

Os Bandeira-Pirata e a caverna da perdição

Um tesouro com poderes mágicos enfeitiçou os Bandeira-Pirata, e Matilda é a única que pode ajudá-los a escapar. Alertada por Jim Júnior, ela encontra toda a família Bandeira-Pirata paralisada por um tesouro amaldiçoado em uma estranha caverna, mas antes que ela consiga libertá-los, seus amigos são raptados pelas misteriosas Bruxas do Mar. Será que Matilda irá conseguir resgatar a família Bandeira-Pirata a tempo?

Os Bandeira-Pirata e o flautista bucaneiro

O flautista de Hamelin, narrativa popular recontada pelos irmãos Grimm, ganha uma versão pirata! No quarto livro da série “Os bandeira-pirata”, Mar-Nublado é tomada por ratos. Depois da visita de um enigmático flautista bucaneiro, o problema parece resolvido. Mas, um problema muito maior deixa a cidade aflita: da noite para o dia, todas as crianças desaparecem! E Fofa, a gata de Matilda, parece ser a única a saber de seu paradeiro.Com humor, essa nova aventura pirata, ricamente ilustrada, prende a atenção do leitor da primeira à última página.

Os bandeira-pirata e o galeão assombrado

Em toda noite de lua cheia, uma misteriosa embarcação é vista na costa da cidade. Seria o Rato Preto, há anos afundado pela Marinha de Mar-Nublado durante a emboscada contra os piratas? Uma coisa é certa: a população está apavorada, especialmente com os saques que voltam a ocorrer sempre que o emblemático navio é visto. Matilda, uma pequena – mas destemida – moradora de Mar-Nublado está disposta a resolver este mistério e acabar de vez com o pânico que assola a população. Ao lado da família Bandeira-Pirata, Jim Júnior – um pirata de verdade! – e Matilda lutam para solucionar o enigma. Conseguirão eles derrotar os piratas estropiados?

Os Bandeira-Pirata e o ouro do monstro

Matilda encontra uma garrafa com um convidativo e misterioso mapa do tesouro. Ela e a família Bandeira-Pirata empreendem uma viagem repleta de aventuras, astúcias e reviravoltas para encontrar o tesouro “que vai além de tudo o que você já viu”. A narrativa fluida e elegante combina muitos elementos tradicionais das aventuras de piratas com um humor peculiar, que dialoga muito bem com o jovem leitor. As ilustrações do artista são essenciais à narrativa, que reúne um bardo sinistro, Kraken, Davy Jones e até simpáticos macaquinhos. Mas afinal, será que os jovens aventureiros vão encontrar o tesouro? E como será que o mapa os encontrou?

O mistério do colecionador

Um grupo de amigos que adora desvendar enigmas acaba envolvido em um verdadeiro caso policial. Cíntia, Julinha e Heitor estavam prontos para se divertir desbravando a Mata Atlântica na excursão de sua escola ao Sítio Rio Azul. Tudo parece ir muito bem até eles descobrirem que um traficante de animais silvestres tem outros planos para a excursão. Nessa aventura surpreendente, o leitor não vai parar um segundo. Se quebrar os códigos criados pelo professor Pedro, espalhados pela trilha no meio da mata, já é um grande desafio, imagine ter de enfrentar um misterioso e cruel colecionador de animais e seus perigosos comparsas.

O guarda-chuva

Um cachorro encontra um guarda-chuva vermelho. Uma rajada de vento começa a soprar, e ele é levado para as nuvens. Logo, o cachorro inicia uma viagem com muitas aventuras, repleta de emoções. Com o guarda-chuva fazendo as vezes de barco, balão e até esqui, o mascote inicia um passeio por diversas regiões do mundo, da savana africana ao polo Norte. Vamos viajar com ele?