Eu fico feliz, você fica feliz

O urso e o arganaz se encontram no meio da floresta. O urso tem uma almofada, o arganaz uma flauta. Eles decidem trocar uma coisa pela outra: assim o arganaz pode descansar e o urso pode tocar música. Depois, fazem mais uma troca vantajosa: a flauta do urso pela música que o arganaz sabe tocar. E depois mais uma troca, mais uma e mais uma. Ao final de muitas trocas e diálogos, os dois chegam à mesma conclusão: nada tem mais valor do que a amizade.

Eu sou uma noz

Eu sou Omar e sou uma noz! Omar “cai” no quintal de uma advogada, vindo de um lugar longínquo, num barco-noz que naufragou. Sua tarefa: sobreviver e convencer um juiz de que, por ser uma noz, precisa ficar com Marinetti, uma advogada solitária e briguenta que deseja cuidar dele. Quando a realidade é absurda, um menino ser uma noz faz todo sentido. O discurso do narrador, os depoimentos de Omar e da vizinhança onde ele “caiu” nos conduzem, com suas múltiplas vozes, nesse conto de renascimento e imaginação. Sobrevivendo, Omar trouxe vida a uma comunidade e revelou, não apenas suas origens, mas também a de todos nós: quem nunca teve asas de borboleta, voou feito passarinho ou se sentiu um pêssego ou, quem sabe, nasceu castanha sem saber?

Chapeuzinho redondo

Esta é a história de uma menina que usa um chapéu vermelho e precisa visitar a sua vovozinha para levar uma cesta de comida, sendo proibida pela mãe de entrar na floresta por causa do Lobo mau… Mas os personagens mudaram um pouco desde a primeira versão de Chapeuzinho Vermelho, no século XVII. Chapeuzinho Redondo não é exatamente a vítima dócil e indefesa que corre o risco de ser comida pelo lobo mau. Ela é até um pouco atrevida. Já a Vovó é moderna e jovem. Será que o lobo, que não é tão feroz e malvado quanto se imagina, vai se dar bem neste divertido reconto do século XXI?Do mesmo autor do O lobo voltou!, livro premiado pela revista Crescer como um dos 30 Melhores Livros Infantis do ano de 2012. A história atualiza de uma forma bem-humorada a famosa aventura de Chapeuzinho Vermelho.

Bibioteca???

O pequeno rato é o alvo da raposa. Ele corre o mais rápido que pode e passa por lugares apertados na tentativa de fugir, mas a raposa continua a sua caça. O rato descobre sua salvação em uma biblioteca, repleta de livros com histórias e novidades, onde apresenta um mundo muito maior à raposa. Ela nunca tinha ouvido falar daquilo: “bibioteca???”. E logo esquece o rato para se aventurar num novo desafio: aprender a ler.

Chapeuzinho e o leão faminto

Certa manhã, tia Rosa acordou com o corpo cheio de pintas! Nesse caso, o que fazer? Ligar para a Chapeuzinho! Ao saber da situação, a menina se despediu do pai e correu para levar para a tia, em sua cesta, tudo o que ela precisava para se curar. Mas, no caminho, encontrou um leão faminto que bolou um plano para devorá-la. Ele chegou primeiro à casa da tia, escondeu-a no armário, disfarçou-se e ficou lá, esperando. Será que seu plano vai dar certo ou será que a Chapeuzinho vai pregar uma peça no leão? Nesse premiado reconto contemporâneo, uma menina cheia de vida mostra o valor do diálogo e da amizade.