Sete cachorros amarelos

A mãe de Teodoro cria galinhas, mas ele não vê nenhuma graça nelas. O menino está tão encantado com os sete cachorros amarelos da sua vizinha que não consegue perceber como as galinhas são especiais. Inconformado, ele tenta surrupiar um dos mascotes da vizinha. E agora, será que Teodoro vai aprender a apreciar o que tem?

Socorro em: uma vida nada fácil

Socorro, uma barata carismática, irá nos divertir contando as suas aventuras nos tempos em que morava no Hotel Chicz – antes de conhecer aquele simpático elefante, o Gildo. Ela e seus amigos inseparáveis Zoro, Luiz e Angélica, decidem montar uma banda de rock, mas, para alcançar o sucesso e o coração da rainha Belhabeth II, terão de participar do concurso de bandas do colégio e lidar com o azedo, o malvado, o esticado numa máquina de fazer macarrão, o Chatão Lechatê – ou melhor, Monsieur Pierre Lechatê, o gerente do hotel. Ainda bem que Socorro e os amigos, os três mosqueteiros, sabem muito bem como conquistar um público exigente.

Salvos por um fio

Eric estava indo passar uma parte das férias pela primeira vez na casa da avó Ana. Ele sempre teve vontade de ficar por lá, mas o pai era cheio de mistérios sobre o sítio. Ainda na estrada, Eric começou a entender por quê. Para começar, pouco antes de chegar na casa de dona Ana, um gato preto, de olhos de fogo, mandou um “tchauzinho” para o menino. À noite, um uivo sinistro cortou o ar. E, no dia seguinte, a vizinha, Yandra, arrastou Eric para o meio da mata cheia de perigos naturais e sobrenaturais. E esse foi só o começo. Será que Eric vai dar conta de toda essa aventura? E, afinal, o gato Tatá acenou ou não? Um romance cheio de mistérios para o jovem leitor.

O incrível livro do Gildo

Em um dia de inspiração, Gildo, com o apoio da irmã Laurinha, do pai, da mãe e dos amigos, começa a escrever um livro – uma incrível narrativa assustadora sobre monstros! Nesse processo de escrita, como não quer desapontar ninguém, o elefante busca ouvir e atender à opinião de todos, porém isso não é tão simples quanto parece. Os monstros ferozes, agora, são bons monstros bailarinos que recebem a visita de extraterrestres e são atacados por um robô malvado… ou por piratas? Ou por uma rainha má? Mas e a opinião de Gildo? Como ele gostaria de terminar essa história? Ainda bem que a Socorro tem um conselho especial para dar ao amigo elefante.Nessa obra, o leitor irá encontrar uma narrativa dentro de outra – uma, terna e delicada; a outra, mirabolante, assustadora e divertida!

Gabriel, já para o banho

Todo dia é a mesma história: chega a hora do banho e cadê Gabriel? Ele some. Não quer tomar banho de jeito nenhum. É aquela luta para encontrá-lo e colocá-lo debaixo do chuveiro. Depois de quinze minutos, começa outra “novela”: Gabriel se recusa a sair do banho… O que será que o pai, a mãe e até a irmã de Gabriel têm de fazer para que ele saia do banho? Depois de Gabriel e Clara, Gabriel, já para o banho! traz mais uma história bem-humorada mostrando situações do cotidiano dos irmãos Gabriel e Clara e seus pais.

Gildo

Gildo é muito corajoso. Ele gosta de montanha-russa, de avião, de filme de terror e de cantar em público. Mas como quase todo mundo, existe uma coisa que o deixa apavorado… Sempre na noite anterior a alguma festinha de aniversário de um amigo, ele não consegue pregar os olhos, por que será?

Gildo e os amigos na escola

Gildo, um dos personagens mais famosos da autora e ilustradora Silvana Rando, que conquistou o prêmio Jabuti de Melhor Ilustração Infantil em 2011, está de volta!Em Gildo e os amigos na escola,livro de banho, o carismático elefantinho anda de ônibus, brinca no parquinho, toma lanche e tira uma soneca, sempre em boa companhia, ao lado do passarinho Paulo, da charmosa hipopótamo Verinha, do macaco João e da girafa Catarina.

Clara

Quem nunca disse que queria ser grande? E qual a importância dos adultos na formação das crianças? Clara trata desses assuntos por meio de uma divertida personagem que, quando crescer. quer dirigir o carro da mamãe, assobiar como o tio, dançar como o vovô…

A carta do Gildo

Catarina mudou de escola no começo do ano. Um belo dia, os colegas da escola antiga receberam uma carta dela contando suas impressões sobre o novo colégio. Animados – e cheios de saudade – todos resolveram responder. Mas um furo na bolsa do carteiro mudou o rumo das correspondências, que foram parar até no sapato da mulher gorila do parque. Os alunos começaram a receber respostas a suas cartas, mas a de Gildo não chegava nunca. Será que só ele vai ficar sem?

A irmã do Gildo

Certo dia, no café da manhã, Gildo olha a barriga da mãe e pensa: “Ela exagerou na comida!”. Na verdade, havia ali um bebê que, de acordo com o elefante, demorou para chegar. Até que finalmente Laurinha veio ao mundo, e com ela uma série de mudanças na vida de Gildo. Esperar e compreender a chegada de uma irmã é sempre um processo que envolve muitas emoções, que passam por dividir a atenção da mãe, os brinquedos, as risadas, os gostos e, mais do que tudo, o amor um pelo o outro.Esta é uma história que faz parte da vida de tantas crianças, contada por Silvana Rando com leveza e sensibilidade, e que também revela ainda mais os sentimentos de nosso querido Gildo.

A Pequena Lana

Inspirado em uma história real, essa obra nos apresenta Lana, uma garotinha pouco maior que uma lata de ervilha, mas que, às vezes, fica do tamanho de um gigante. Ou então pequenininha como um tatu-bolinha. Ela é boa em cuidar de seus pacientes, em fazer bolos de mentirinha e em salvar o planeta. Mas parece que sempre falta alguma coisa. Todas as noites, Lana pede um amigo, alguém que lhe faça companhia para ela não ser tão sozinha. Um dia, depois de um enorme buuuum!, a cerca vem abaixo, revelando que seu desejo estava a uma casa de distância. Com a irreverência e as cores de Silvana Rando, vamos acompanhando a amizade entre Lana e Nico. Até que… um muro surge no quintal.