Quem sou eu?

Você sabe quem é você? Será que você é o lugar onde nasceu? Ou será que você é seu corpo? Você é seu nome? Você é seu gênero? E seus pensamentos e sentimentos? É isso que você é? Este livro divertido do best-seller Philip Bunting – autor de Como eu cheguei aqui? – nos convida a refletir sobre quem somos de verdade. Com uma linguagem acessível e as ilustrações tão irreverentes e peculiares do ilustrador, o livro mostra que há muito mais em nós do que os rótulos, hábitos, cultura e mesmo do que nossa biologia. Assim, nos leva a compreender que somos todos iguais, apesar de diferentes, e partes do mesmo todo. Uma jornada impressionante por tudo aquilo que nos compõe, mas que não nos define. Quem você escolhe ser?

Mais um livro sobre ursos

Era uma vez um urso marrom que vivia feliz numa densa floresta. Assim começa esta história, que seria como tantas outras não fosse um pequeno detalhe: o urso resolve interromper a narrativa, protestando: “Você tem ideia de quantas histórias já foram escritas sobre nós”? Cansado de tanto trabalho, ele se recusa a fazer parte de mais esse livro. Mas quem poderá substituir o fofo, o feroz, o peludo, o querido urso? Um elefante? Uma aranha? Um peixe-pescador? Será que essa ideia vai dar certo? Irreverente e bem-humorado, Mais um livro sobre ursos é uma divertida conversa entre narrador e personagem, com diversas referências aos contos clássicos. Quem ilustra a obra de Laura Bunting é seu marido, Philip Bunting, autor e ilustrador do livro Como eu cheguei aqui?

Como eu cheguei aqui?

Como eu cheguei aqui? Para responder a essa pergunta, o livro traça a sua história desde o Big Bang (teoria que explica a origem do universo) até o seu nascimento. A tarefa não é fácil, mas, com muita graça e simplicidade, nosso autor começa a apresentar a formação das estrelas, do sistema solar, do planeta Terra, dos primeiros seres vivos até chegar a você. No correr da leitura, o leitor, que também é personagem, descobre que todos os seres humanos têm a mesma origem. Assim, não há como negar o destino comum de todos nós, e a necessidade de atuarmos juntos para preservar a nossa espécie e o planeta que habitamos.