O príncipe sem sonhos

Thiago era um príncipe que tinha tudo. Num consumismo irrefreável, o rei e a rainha davam-lhe todos os presentes que ele poderia ou não imaginar e desejar. Mas havia uma grande tristeza no coração de Thiago: ele queria ter um sonho. Vai pedir conselhos ao avô e encontra uma explicação: é dentro dele que está adormecido o sonho, basta despertá-lo.

O caso das bananas

Quem não gosta de uma história de suspense? Quem não gosta daquela inquietação para descobrir logo como se resolverá um mistério? Pois O Caso das Bananas é puro suspense. Enquanto o macaco dormia, suas bananas, pif!, desapareceram.​Quem teria comido as bananas do macaco? Esse é o mistério que vem agitando a mata e que vai levar o pequeno leitor a avançar página a página com prazer na leitura do livro. Desvendar o caso é a missão da investigadora Coruja. Missão nada fácil, pois todos os bichos são suspeitos e, para complicar mais ainda, cada um joga a culpa no outro. Não, não assim deslavadamente, mas por meio de enigmáticas insinuações. Porém, a Coruja, inteligente como ela só, vai decifrando uma a uma e, seguindo essas pistas, encontra a verdade.

O caso do pote quebrado

Dona Coruja é investigadora de renome e está encarregada de resolver o mistério: afinal, quem transformou em cacos o pote do Marreco? Dona Coruja ganhou destaque como investigadora depois de resolver O Caso das Bananas (publicado pela Brinque-Book em 2003). Agora, ela está de volta para ajudar o desolado Marreco a desvendar O Caso do Pote Quebrado.

O balde das chupetas

Desde sempre Joca dorme todas as noites com sua querida chupeta, a pepeta. Mas agora ele já está grande, e chegou a hora de deixá-la. Seus pais, a irmã e vários familiares têm uma ideia sobre o que Joca deveria fazer com a chupeta, mas nenhuma deixa o menino satisfeito, até que sua tia aparece com uma sugestão criativa e inusitada… qual será?

Cadê o juízo do menino?

Os parafusos apertam bem apertadinho o juízo no lugar e impedem a cabeça de fazer pequenas – e grandes – confusões. Mas, nesse dia, o menino acordou sem o seu e já foi fazendo trapalhadas. Penteou o cabelo com a escova de dentes, passou manteiga na maçã, foi para a escola de pijamas e assistiu à aula de cabeça para baixo, imagine só! Onde será que foi parar o parafuso? O livro é todo rimado e cheio de repetições bem ao gosto dos pequenos leitores e ouvintes. As belas imagens de Mariana Massarani são um convite a mais diversão, que começa depois que Tino Freitas escreve o (primeiro) “fim”. Quem será que vai achar o juízo do menino?

ABC Curumim já sabe ler!

Fiel ao seu objetivo de estimular e fixar o processo de alfabetização, este abecedário traz muitas palavras que já fazem parte do universo infantil e também outras, que enriquecerão o vocabulário dos jovens leitores. A escolha cuidadosa das palavras equilibra aquelas de leitura mais simples com as de média e maior dificuldade. O projeto gráfico motiva o interesse e desperta a curiosidade das crianças, enquanto os desenhos têm apelo singelo e lúdico, encantando os leitores de imagens.