Tapajós

Cauã e Inauê vivem às margens do Jari, um pequeno canal que liga o rio Amazonas ao rio Tapajós, no estado do Pará. Os irmãos vivem em uma casa simples, de palafitas, com os pais e Titi, o jabuti de estimação da família. Mas o personagem principal do livro é, na verdade, o próprio cenário da pequena vila, que é de encher os olhos.

Três tigres tristes

“Um tigre, dois tigres, três tigres! Três tigres tristes listrados dos trópicos trafegavam num trator, enquanto traçavam três travessas com trocentos trigos trazidos de Trieste por triunfantes trovadores de trava-línguas!” Fernando Vilela e Nina Barbieri escreveram este divertido livro juntos. A ideia nasceu quando brincavam de falar rápido o famoso trava-língua dos tigres. Depois, resolveram continuar a história nos almoços diários. Para ilustrar o livro, Fernando usou lápis para desenhar, carimbo de borracha para fazer os coqueiros e o computador para colorir.Título assinado pelo premiado autor e ilustrador Fernando Vilela.Obra traz um trava-línguas que instiga crianças e adultos a reproduzi-lo em voz alta,sem errar, tornando tudo uma grande brincadeira.Ganhador do selo Altamente Recomendável FNLIJ.

O disfarce dos animais

Brincar de esconde-esconde é muito divertido. Você sabia que muitos bichos têm que se esconder de verdade para sobreviver? Veja se você consegue descobrir todos os disfarces dos animais!Livro com abas que auxiliam na imaginação, prendem a atenção dos pequenos leitores e os divertem.Curiosidades que revelam os mais diversos mistérios sobre a vida dos animais na natureza.Texto curto e simples, de fácil compreensão, ideal para leitores em estágio inicial de alfabetização.Ganhador do selo Altamente Recomendável FNLIJ.

Eu vi!

Todos nós podemos ver formas fantásticas na natureza, nas asas nos pelos ou nas escamas de alguns animais. Neste livro, cada página revela uma surpresa para você.Livro com abas que auxiliam na imaginação, prendem a atenção dos pequenos leitores e os divertem.Curiosidades que revelam os mais diversos mistérios sobre a vida dos animais na natureza.Texto curto e simples, de fácil compreensão, ideal para leitores em estágio inicial de alfabetização.Premiado pela Revista Crescer.Ganhador do selo Altamente Recomendável FNLIJ.

Dino e Saura

Certa manhã, o ovo de uma fêmea Oxalaia foi parar no ninho de outra da mesma espécie. Tudo poderia ter passado despercebido se não fosse um pequeno detalhe: os ovos tinham cores diferentes. O filhote vermelho, ao nascer, não é muito bem recebido pelos demais membros da nova família, todos azuis. Só consegue fazer amizade com uma pequena dinossaura do grupo. Sofrendo com tanta incompreensão, Dino resolve ir embora e Saura decide se unir a ele. Juntos, empreendem uma viagem que os leva aos Oxalaias vermelhos, com quem Dino se identifica. Mas o que será de Saura, que se torna diferente agora?

A toalha vermelha

Ilustrado com uma técnica na qual se utiliza fita crepe, o novo livro de Fernando Vilela é uma fantástica narrativa visual, as imagens presentes em cada página preenchem a curiosidade e o imaginário dos leitores sobre o planeta Terra, mais especificamente sobre o fundo do mar. O livro começa da mesma forma como termina: com uma imagem distante da Terra. A cada página virada, as ilustrações fazem o papel de uma lupa, aproximando o leitor da história de uma toalha vermelha, perdida no litoral brasileiro e que viaja o mundo até chegar a um anzol de um pescador chinês.

Abrapracabra no mundo

Cabra Euzébia, que conhecemos do Abrapracabra! e do Abrapracabrasil!, estava curtindo a vida com os amigos lá no Pantanal.Tudo ia muito bem, tudo estava muito bom, mas quem é viajante mesmo nunca dá conta de ficar no mesmo lugar. Ela despediu-se do jacaré – estava mesmo feliz – e abriu seu guia de viagem, olha só, bem no verbete Paris! Abrapracabra! Assim começa mais esta aventura de Euzébia, que, com palavra mágica e lâmpada maravilhosa, vai ainda para Nova York (EUA), Japão,Turquia e até Egito. Com rimas, muitas referências históricas, artísticas e culturais, a obra, do premiado Fernando Vilela, traz palavrasem diversos idiomas, que vão sendo traduzidas ao longo da história. No final, um glossário nos informa sobre as inspirações do autor e os locais que visitamos na carona da dona cabra!

Abrapracabra!

Perto de sua casa, caminhando animada, dona cabra encontrou uma lâmpada encantada”“Eu sempre tive vontade de fazer histórias fantásticas com personagens que atravessam portais e se transportam para outros lugares. Isso sempre me fascinou. Usei isso para explorar o recurso do livro-objeto, do livro interativo”, diz o autor. Na história, dona cabra caminhava perto de sua casa quando encontrou uma lâmpada encantada. “Pense uma palavra mágica, mas cuidado ao falar, um desejo imaginado ela irá realizar”, disse o gênio. “Abrapracabra!”, gritou o bicho! Uma grande aventura se inicia. Dona cabra viaja para os mais inusitados lugares do mundo e faz amizade com vários animais como um urso polar, um camelo e um peixe espada. Juntos, eles mostram que quem tem um amigo, nunca está sozinho, mesmo nas situações mais complicadas!